Slow Fashion & Beauty

Fair Squared – uma marca de comércio justo

/
Fair Squared – uma marca de comércio justo

O Fashion for Better ama descobrir marcas com as quais podemos nos identificar. Este é o caso da Fair Squared, empresa de cosméticos com sede na Alemanha, cujos conceitos fundamentais são: comércio justo, orgânico, vegano e halal.  Nós entrevistamos o fundador e diretor da empresa, Oliver Gothe, no “Natural & Organic Products Europe Trade Show 2017”, que aconteceu em Londres, onde ele estava promovendo a linha de cremes e cuidados íntimos da marca.

Além do mais, a Fair Squared também depende de ingredientes que são provenientes de diferentes partes do mundo, incluindo azeite de oliva da Palestina e borracha da Índia, empoderando a população local e sua produção. Confira a entrevista completa com Oliver Gothe abaixo:

Como você teve a ideia de criar uma marca sustentável como a Fair Squared?

A Fair Squared foi nasceu há seis anos. Começamos no Reino Unido com uma quantidade muito pequena de protetores labiais e cremes para mãos. A resposta foi muito boa. Naquela época, a ideia era formular produtos com ingredientes de comércio justo. Desde então, pudemos desenvolver uma variedade de mais de 100 produtos, incluindo sabonetes, cremes para mãos, protetores labiais, body butters, hidratantes, produtos para barbear e também camisinhas e lubrificantes. Camisinhas, a propósito, são os produtos mais vendidos. Hoje nós temos 13 produtores nos fornecendo com ingredientes de comércio justo, como damasco do Paquistão, azeite de oliva da Palestina, chá verde e borracha da Índia, óleo de argan do Marrocos…  

Vocês possuem vários parceiros ao redor do mundo para produzir sua linha de cosméticos. É uma maneira de empoderar essas populações locais ao fazer parte de sua marca?

Todos os parceiros estão muito felizes que eles podem nos fornecer ingredientes para cosméticos, porque é uma nova categoria. Desta forma, eles aumentam os volumes de produção deles e agora é uma nova solução, pelo menos, para nossos produtores, nós mesmos e também os consumidores. Eles estão mais do que felizes que este tipo de linha está disponível agora. Além dos ingredientes de comércio justo, nossos produtos são todos certificados como orgânicos e eles também são veganos e halal. Nós decidimos adotar três conceitos: comércio justo, vegano e orgânico. E halal, vamos dizer, é mais ou menos como vegano, porque não usamos nenhum ingrediente de origem animal e não usamos álcool, o que é um fator para cumprir os requisitos de halal.

Você acredita que, no futuro, mais marcas seguirão o mesmo caminho que a Fair Squared está seguindo no momento, sendo ecologicamente correta, sustentável, à base de plantas e sem crueldade contra os animais?

Acredito que, quantas mais solicitações tivermos dos consumidores, mais produtores e fabricantes de cosméticos irão seguir os pedidos deles. 

Você acha que é necessário mudar a mentalidade dos consumidores antes de chegar ao próximo patamar? 

Isso já começou. Quero dizer, temos tantos pedidos de clientes e tenho certeza que a competição irá trabalhar rumo a isso. Mais cedo ou mais tarde, outras empresas farão o mesmo que nós fazemos.

Você tem planos de expandir seu negócio para outros países, como o Brasil?

Amaria expandir para o Brasil. Hoje nós apenas estamos disponíveis na Europa e nos encontramos no processo de lançar no Japão e Coreia do Sul. A empresa tem sede na Alemanha, produzindo tudo lá. Todos os ingredientes provenientes de várias partes do mundo vão para Colônia, onde fica a fábrica.

Onde os clientes podem achar os produtos?

O canal de vendas mais popular são as lojas orgânicas, mas também vendemos por meio de farmácias, vendemos em lojas de departamento, temos alguns supermercados, especialmente para as camisinhas, drogarias e online. No Reino Unido, nós vendemos em algumas lojas orgânicas pequenas.

Como você resumiria a Fair Squared em uma frase?

Fair Squared é uma marca de cosmético alternativa com ingredientes de comércio justo, orgânica e vegana.